Fale Conosco

(47)3025-5467

Painel Pesquisas apresenta o Diagnóstico da Infância e Juventude de Curitiba

19.04.2018 por Painel Pesquisas

A Prefeitura de Curitiba, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Curitiba (Comtiba), a Fundação de Ação Social (FAS) e Painel Instituto de Pesquisas lançaram na terça-feira (17/4) o Diagnóstico da Realidade Social da Infância e Juventude de Curitiba. O documento de 110 mil linhas, dividido em oito volumes, faz um mapeamento da rede de atendimento, governamental e não governamental, e traz dados atualizados da realidade social de crianças, adolescentes e jovens de Curitiba. O diagnóstico foi contratado com recursos do Fundo Municipal para a Criança e o Adolescente e executado pela empresa Painel Instituto de Pesquisas, vencedora de concorrência pública.

Na solenidade, a apresentação foi realizada pela responsável pela análise estatística do projeto, Fátima Mottin. Ela destacou que o Diagnóstico apresenta mais de 1.800 instituições mapeadas e que no processo de execução do trabalho foram realizadas, aproximadamente, 130 visitas a instituições, órgãos e entidades de atendimento em Curitiba. Mottin também explicou que todo o projeto contou com a participação de uma equipe multidisciplinar formada por assistente social, antropólogo, estatístico, administrador, economista, pedagogo, advogado, médico e outros profissionais que atuaram pontual ou integralmente. Foram cerca de 20 mil horas trabalhadas.

O diagnóstico contou também com duas pesquisas de percepção, nas quais foram entrevistados 1.200 adolescentes e jovens e mais de 820 pais ou responsáveis. Além da pesquisa quantitativa, foram realizados mais de 28 grupos de conversa com adolescentes, responsáveis, professores e atores do sistema de garantia de direitos. Conforme Mottin, elaboração do diagnóstico é o passo inicial, para sistematização de informações com os dados referentes a realidade social da criança e do adolescente. “O segundo momento é de apropriação dessas informações para projeção e execução programas e projetos e políticas públicas mais efetivas e assertivas”, afirma.

Ermelinda Maria Uber Januário, diretora da Painel Instituto de Pesquisas, fez um agradecimento a toda equipe que atuou na realização do projeto. “O Diagnóstico de Curitiba foi um dos maiores e mais ambiciosos projetos de pesquisa social já realizados para o município. São oito volumes registrados na Câmara Brasileira do Livro e mais de 1200 páginas escritas com o esforço de uma equipe apaixonada pelo que faz, durante os 18 meses de projeto. Com certeza, diante de todos os desafios e dificuldades encontrados, o projeto é um legado para a cidade Curitiba”, enfatizou Ermelinda em seu pronunciamento.

A presidente da FAS, Elenice Malzoni, destacou que o atendimento às crianças e aos adolescentes é uma prioridade do prefeito Rafael Greca. “Trabalhamos para garantir que as crianças e adolescentes de Curitiba tenham seus direitos garantidos.”

A presidente do Comtiba, Claudia Estorilio, ressaltou a importância do diagnóstico para qualificar o atendimento ofertado às crianças e aos adolescentes. “Esse projeto foi muito almejado. Agora precisamos que as equipes, lá na ponta, façam uso dele no trabalho de atendimento a esse público”, disse Claudia.

 

Temas

O diagnóstico traz como temas: o perfil da criança, do adolescente e do jovem em Curitiba; direito à convivência familiar e comunitária; direito à liberdade, ao respeito e à dignidade; direito à vida e à saúde; direito à educação, cultura, esporte e lazer; direito à profissionalização e a proteção ao trabalho; sistema de garantia de direitos e a relação com as políticas de atendimento da infância e juventude. Buscando a acessibilidade dos dados e informações a Painel Instituto de Pesquisa criou um site para disponibilizar para acesso e download os oito volumes que compõem o Diagnóstico da Realidade Social da Infância e Juventude de Curitiba confira: https://www.diagnosticossociais.com.br/curitiba.

Presenças

O evento teve uma palestra sobre a importância do diagnóstico no planejamento das políticas públicas ministrada pela coordenadora da Secretaria da Assistência Social de Campinas (SP), Maria José Geremias.

O evento contou ainda com a presença da secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila; da ex-presidente do Comtiba, Cátia Regina Kleinke Jede; da presidente do Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS), Roberta Cristina Borges Pivatto Mello, e do ex-presidente, Patrick Reason; de Dionatan Alves Campos, representante dos adolescentes; da vice-prefeita de Mandirituba, Rosilene Vonsovicz Weber, e da promotora de Justiça da Infância e Juventude, Adélia Souza Simões, além de gestores públicos de Santa Catarina e de toda a diretor e colaboradores da Painel Instituto de Pesquisa, que tem sede em Joinville.

Acesse as fotos do Lançamento Diagnóstico da Infância e da Juventude de Curitiba

ANTERIOR PRÓXIMA

/